Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Outras Notícias > Exercício de Guerra Irregular do Curso de Forças Especiais 2020
Início do conteúdo da página

Exercício de Guerra Irregular do Curso de Forças Especiais 2020

Publicado: Segunda, 26 de Outubro de 2020, 13h10 | Última atualização em Segunda, 26 de Outubro de 2020, 13h10 | Acessos: 120

Niterói (RJ) – Com o objetivo de capacitar os alunos concludentes do Curso de Forças Especiais (CFEsp), acontece, de 3 a 23 de outubro, a Operação Guaviral, atividade conduzida anualmente pelo Centro de Instrução de Operações Especiais (CI Op Esp), que visa a realização de missões de inteligência, estabelecimento do comando de área, operações psicológicas, estabelecimento e exploração de comunicações clandestinas, avaliação de danos e aquisição de alvos e comitê de recepção para um Destacamento de Ações de Comandos, por parte dos alunos do curso.

O processo de planejamento e condução das Operações de Forças Especiais, da situação integradora, foi baseado no exame de situação de operações especiais, fase em que o Destacamento Operacional de Forças Especiais (DOFEsp) elabora, discute e integra o planejamento detalhado, caracterizando o trabalho harmônico do Estado-Maior com os sargentos especialistas.

“O silêncio das noites escuras”, trecho da canção das Forças Especiais, representa, na atividade, a infiltração do DOFEsp na AOGI Guaviral, realizada por meio de um salto semi-automático de paraquedas, no período noturno, em uma zona de lançamento reconhecida, balizada e mobiliada por Forças Especiais do Centro de Instrução, que figuravam o comitê de recepção realizado por uma Equipe Precursora de Forças Especiais, infiltrada na área de operações. Além do salto noturno, a fim de manter o nível de adestramento dos elementos operacionais do CI Op Esp e 1º Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC), foram realizados saltos livres, empregando aeronaves de asa fixa e rotativa.

A Operação Guaviral ocorre num cenário de operações conjuntas, com emprego de tropas em proveito dos níveis estratégico e operacional, integrando militares da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Comando de Operações Especiais, 3º Batalhão de Avião do Exército e da Força Aérea Brasileira.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página