Essa página depende do carramento de javascript.
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Áudios
Início do conteúdo da página

Canções


Nasceu do sonho de ousados pioneiros,
Um curso diferente dos demais!
E o Coronel Gilberto, nosso líder condoreiro,
Combatente Zero Um das Operações Especiais!

Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!

Camboatá, o nosso forte legendário!
O mito da caveira e o seu Punhal...
És a Escola da Elite do Exército Brasileiro!
A temível Luva Branca e sua adaga magistral...

Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!

O caçador, mergulhador, paraquedista!
Se formando, à cumprir missão real...
Nos céus e nas montanhas, nas florestas e nos mares!
Em defesa do Brasil, sua integridade nacional!

Centro de Instrução de Operações Especiais!
Nascente de guerreiros, audazes e leais...
Onde se ensina uma profissão de fé...
Berço dos Comandos e das Forças Especiais!

Comandos! Força! Brasil!

 

Escrito por Super User

Publicado em Canções

Última modificação em Terça, 26 de Junho de 2018, 14h50

Leia mais ...

  • 12/03/15
  • 00h00

Na paz ou na guerra sempre há
Um comandos preparado pra lutar.
Se a Pátria lhe pedir
Está pronto pra partir não importa o lugar.

Na selva, na montanha ou no mar
Onde seja necessário atuar
Surge do céu seu braço forte
Se preciso enfrenta a morte
Sua estrela há de brilhar

O céu é seu abrigo
O solo o seu colchão
À retaguarda do inimigo
Leva a morte e grande confusão.

Surpresa e sorte natural
Acompanham a caveira e o punhal
Quando a chuva for intensa
E a escuridão imensa é a hora ideal.

O rosto dos comandos ninguém vê
Suas garras quem sentir não viverá
O ataque é mortal com destruição total
A missão se cumprirá.

O céu é seu abrigo
O solo o seu colchão
À retaguarda do inimigo
Leva a morte e grande confusão.

Escrito por Super User

Publicado em Canções

Última modificação em Terça, 26 de Junho de 2018, 14h50

Leia mais ...

  • 12/03/15
  • 00h00

Em resposta ao clamor do dever
Abandono meu lar meu amor
O convívio sagrado da prole
Repudiando o conforto e o prazer
A distancia, a saudade e a dor
Me transformam em lobo feroz
Rosto negro, olhar de rapina
Braço armado que lança o terror

Quando a luta cerrar os seus punhos
Exigindo o sangue do audaz
Quando o medo atingir o mais forte
Misturando o pavor com a morte
Vai erguer-se um guerreiro do chão
Destemido, treinado e leal
Vai buscar a vitória final
E lutar pelo seu batalhão

O silencio das noites escuras
Nos garante sigilo total
O sabre rubro revela a bravura
Inerente ao guerreiro especial
As batalhas de Dias Cardoso
Líder nato, imortal, varonil
Faz de nós orgulhosos soldados
(Hu!, Hu!, Há!)
Das Forças Especiais do Brasil

Escrito por Super User

Publicado em Canções

Última modificação em Terça, 26 de Junho de 2018, 14h50

Leia mais ...

  • 12/03/15
  • 00h00
Fim do conteúdo da página